sexta-feira, 11 de maio de 2007

ESSA MENINA

Ah! Essa menina!
Desprendida, renitente...
Linda. Muito linda! – quase bela!
Quando rir me encabula.
Quando fala me emudece.
E quando vai me deixa triste.
Ah! Essa menina
faz meu coração rir e chorar!

domingo, 11 de fevereiro de 2007

POEMA DE APRESENTAÇÃO

Olá amigos leitores,
Clemilton da Silva Barros
com prazer de cá vos fala.
Nasci no oco do mundo
nas últimas cores da tarde
- o sol se pôs pra me ver!

Das raposas ouvi gritos
o uivo do gato-do-mato...
no rebuliço das horas
- e o trem do tempo a correr
atravessando tormentos!

Trouxe comigo, de berço
o desejo de ser eu
de tomar estrada afora
perseguindo pensamentos
pra não ter vivido em vão!

Pra quando enfim eu me for,
- como pensam uns e outros,
- eu mesmo não penso assim!
saber... - estar bem ciente...
de que a palavra é mesmo a melhor semente.